Sexta, 03 Novembro 2017 11:14

Comércio prevê alta nas vendas de natal

A expectativa de crescimento é de 4,3% e para atender à demanda, cerca de 73 mil contratações temporárias devem ser feitas com boas possibilidades de efetivação

Pesquisa recente realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta um crescimento de 10% no número de contratações temporárias para as festas de fim de ano, na comparação com o mesmo período no ano passado. Cerca de 73 mil novas contratações devem ser feitas, superando a marca das 66,7 mil ocorridas em 2016.

A inflação baixa, os juros e o dólar em queda, a retomada gradativa do emprego e a confiança das famílias são apontados como fatores das boas projeções para o fim de ano. ‘‘Essa alta representa uma movimentação financeira de R$ 34,3 bilhões até dezembro. Isso faz com que tenhamos no Natal, que é a data mais importante para o varejo, uma alta também depois de dois anos de queda nas vendas”, explica Fábio Bentes, chefe da Divisão Econômica da CNC.

Segundo a pesquisa, o setor de hiper e supermercados deve liderar os índices de contratação, seguido pelo segmento de vestuário. Juntos, tradicionalmente respondem, em média, por 60% das vendas de Natal.

Entre para postar comentários

Arquivo

« Maio 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31